terça-feira, 6 de março de 2007

Curiosa e diferente experiência

“É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.”

(Eugénio de Andrade)



Quero que saibas que a minha nostalgia é diferente, é boa, transporta-me para as alegrias vividas…nunca para a dor ou para a tristeza.
Tal como o meu saudosismo. Nos dias que me limito a reviver, revivo os bom momentos, alegrias partilhada, risos e gargalhadas…e volto a ser feliz!
Quem me magoa a alma, em mim morre, fica enterrado no fundo da memória, até que desaparece para todo sempre!
A música que oiço alimenta o meu espírito, tal como o meu corpo que necessita de uma grande variabilidade de nutrientes, assim o meu espírito necessita de várias e diferentes melodias!
Os poemas que leio… somente os que me colocam um sorriso nos lábios…
Os filmes que vejo, os livros que nas minhas mãos folheio transportam-me para outro lugar, por vezes, nem sempre bom, noutras para o mundo ideal!
Gosto de conversar, partilhar experiências vividas, aprender e conhecer! Mas como “falo-penso-falo”, nem sempre me ocorre as melhores palavras, nem sempre expresso da melhor forma os meus pensamentos e sentimentos…mas quando escrevo, como agora, penso que me dou a compreender!

E, nesta curiosa e diferente experiência, tenho me dado a conhecer de dentro para fora, talvez seja melhor assim, pois eu sou os meus pensamentos e os meus sentimentos, não um nome pelo qual os outros me chamam, muito menos, pelas tarefas que desempenho.

1 comentário:

Mel disse...

Vanda, que bom que tua nostalgia traz alegrias e tuas experiências são regadas de bons momentos. Achei este post lindo, verdadeiro... Um despertar para nos observarmos mais e nos conhecermos.
Beijo, Mel