sexta-feira, 15 de junho de 2007

A Música e a Dança

Gosta de música!
Adora dançar!
Dança só, como se ninguém a olha-se!
Deixa as batidas entrarem, sincronizando o ritmo cardíaco!
Fecha os olhos, cria o seu próprio compasso!
Os movimentos são livres e únicos!

Não gosta de dançar com regras, passos iguais a todos os outros bailarinos, gosta que seja a música a guiá-la, mesmo que se pareça com tudo, que pareça tudo menos uma dança!
É o seu ritmo, liberta-se!
E o corpo e a alma encontram-se, sincronizam-se!

Durante aquela música é livre no seu mundo!
Os seus pensamentos soltam-se, viaja para além das nuvens!
Perde-se e encontra-se!

Acaba a música…bebe mais um copo acende mais um cigarro!
Acorda! E, vê que tudo não passou de um sonho!
Que esse mundo existe, mas apenas em pequenas fracções de segundos!
Que apenas existe, quando ouve aquela música!

7 comentários:

Marcelo disse...

Adoro dançar sozinho, hehehe.
Também sem regras ou passos pré determinados.
Apenas me deixar levar pelas notas voadoras.
Não vivo sem música...
Assim como não vivo sem amar.

Lindo seu texto.
Senti verdade aqui.

Beijos meus.

Leandro Jardim disse...

É, é bem por aí...

gostei!

beiJardins

Erika disse...

Tem músicas que nos tiram da realidade mesmo.
Outras nos fazem cair duramente na realidade.

Amo música... por todos os poros.

Beijos

poesiadaspiramides disse...

A musica é liberdade transmutada em nos
xi

João Araújo disse...

Oi,

Gosto de ver as pessoas dançarem, mas eu mesmo não sei um passo sequer, senrtir a canção não tem preço...

Bjs e um bom dia

Claudia Blue disse...

a dança é isso.. é soltar o corpo e liberar os sentidos.. adoro dançar.... me soltar.. me jogar nas notas musicais .... deixa a alma leve... bjo blue

http://noelevador.zip.net
http://nabolsadamulher.blogspot.com

ricardo disse...

nossa gostei mt, sabe que tive uma experiencia qse telepatica alias telepatica com uma dança, eu estava aqui em casa , ela estava em outro estado, começamos a dançar e eu senti ela como se estivesse junto, como oq vc descreveu, por segundos aquilo existiu, pode ser por uma fração, mas oq é a felicidade se não ecos de pequenos momentos, que se poem a nos rodear os pensamentos, e fica de tal forma retumbando que se transformam em momentos gigantescos...gostei mt do texto...de coração...beijosssssss

http://noelevador.zip.net
http://vidacretina.zip.net