quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Sem outro assunto no momento

Só me rio do que realmente tem piada! Sou exigente em relação ao humor! Porque na verdade cansei da estupidez humana, das repetições e das desgraças alheias. Gosto de rir quando me olho ao espelho, da minha vida sem sentido e sem rumo.
Cansei-me de mim, cansei-me dos outros, de me dar a oportunidade de ser feliz e cair sempre em desilusão. Cansei-me de tanto acreditar nos poetas e no amor que só faz sentido quando perseguido pela dor.
Cansei-me do túmulo que prende a minha alma e que me impede de voar para além das nuvens.
Cansei-me de ficar parada de frente para o mar sempre com a dúvida se realmente existe o horizonte e se um dia o céu e o mar se tocam, ou se irão sempre e simplesmente espelhar-se um no outro.
Cansei-me de nunca andar com pés na terra e de nunca ser capaz de tocar nas nuvens.
Cansei-me de ser o meu vassalo. Cansei-me do riso e do choro, aniquilei todas as emoções!
Depositei no limo os sonhos e as promessas em vão.

6 comentários:

Paula Calixto disse...

Fases...

E O fazer é feito de: FaZes!

Senão, a inércia invade!

Beijos, lindeza.

Girassol disse...

Já não me lembro onde, mas esta semana li uma frase e recordei-a ao ler o teu texto. Dizia assim:

"...depdende dos dias, às vezes gosto de todos, às vezes odeio-os a todos."

Um beijo Vanda.
Bom feriado.

sarah k disse...

Cansar geralmente é bom, nos conduz à mudanças.

beijos p vc!
;-)

[P] disse...

Achei! Achei! "Cansei-me de tanto acreditar nos poetas e no amor que só faz sentido quando perseguido pela dor." Viu? Vai dizer que esta frase não foi escrita indiretamente para mim??

Texto forte mesmo. Acho que de vez em quando o cansaço chega a ser necessário, para que a gente consiga pôr fim ao que está estagnado, não?

Beijos.

Mary disse...

Têm dias assim... em que cansamos do que nos cerca e nos indagamos qual o sentido de tudo,né?

Mas passa... e o que fica é o aprendizado.

Bjinhos, Vanda.

;)

Lidiane disse...

Vanda.

Tem dias que nada é engraçado. Nem as sutilezas da vida, nem as piadas do mundo.
Então, ficamos mudas.
Mas, que esses dias passem. E que consigamos ver cor novamente, no que pareceu cinza.

Beijos.