segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Alimentar a alma com a luz da vida

Neste compasso desalinhado, neste caminho que trilho todos os dias…digo que me deixo ler…
Sou humana com alma feminina, a minha musa é a própria vida, são os passantes, (anónimos para mim), com quem me cruzo pelas calçadas, o afago da maresia, o brilho das estrelas, o sol que queima a pele e até mesmo a chuva!
O grito silencioso das dores maiores que leio nos rostos, o amor profundo e o próprio mundo, conversas que escuto, palavras entregues ao vento e assim vou traduzindo os meus pensamentos em palavras…não quero alimentar-me da escuridão mas sim da luz!
Os sonhos de menina, não passam disso mesmo, guardados agora numa gaveta, respiro o novo dia ao acordar, feliz por ser mais um que tenho para viver!
Na diversidade das coisas e da natureza encontro o meu ser, nunca poderei dizer que gosto mais do monte que da praia, mas sim de tudo, na minha alma lusitana, saudosista por natureza, guardo as boas lembranças, gosto de me banhar no mar e rebolar sobre o verde dos campos, subo ao alto das serras para mais de perto contemplar o céu que também é meu!
E, sinto-me um retalho, pedaços daqueles que no meu coração moram, sei que o horizonte não existe, que o céu nunca toca no mar, assim sou eu entre a minha realidade e o meu sonho, espelho um no outro!

16 comentários:

* hemisfério norte disse...

Gostei dos seus pedaços retalhados!


...


eu tenho +alavras soltas de pensamentos traduzidos..

bj

a

Márcia(clarinha) disse...

Hoje me alinhavo...
semana linda querida,
beijos

Mary disse...

É a luz quem deve alimentar as nossas andanças, Vanda...
Eu busco a luz em alguns lugares que para mim são mágicos, para outros pode parecer coisa comum.

Bjinhos.

molin' disse...

a gente precisa do sonho com a realidade. espelhando-se em nós mesmos
lindo texto!
sempre que der vou passar por aqui (:

Girassol disse...

A minha alma lusitana está em perfeita sintonia com o teu sentir. Interrogo-me se será consequência da terra, mas chego à conclusão que essa aliança entre sonho e realidade é independente de qualquer outra condição que não seja o facto de sermos todos humanos. E nós, homens, ou mulheres, alimentamo-nos de ilusão e factos...

Um beijo.

O Profeta disse...

Tu não escreves...pintas com as palavras e com um raro virtuosismo...


Doce beijo

[P] disse...

Vanda, quando eu crescer quero escrever igualzinho a você, tá? :)

Beijos.
E saudade das conversas.
E espero o e-mail ;)

Paula Calixto disse...

Sol-rir e cho-ver!

Os âmbitos no mesmo parênteses: SER!

Beijos, flor.

Célia disse...

Ola Vanda, tudo bem ?
Li seu texto adorei, hoje estou que nem uma colcha de reatanhos, tudo em pedacinhos, vou ter que costurar tudo.
Beijos
Célia
http://www.posso_ficar_aqui.blogger.com.br/index.html

Pensamentos Ocultos disse...

Beijos Querida .

Pensamentos Ocultos disse...

Beijos Querida .

BRUNO LEONARDO disse...

Olá,linda
Estou visitando todos os meus amigos que me deram Força nestas horas tristes que tenho passado e deixei uma mensagem a todos no meu Blog.
FELIZ NATAL!
MIL BEIJOS!

*Seus pensamentos estão cada vez mais lindos!

[P] disse...

Vanda do céu! Feliz Natal pra você e pra sua família e um 2008 maravilhoso, do jeitinho que você merece, minha amiga.

Te adoro.

ps: deixei mensagens pra você, caso não nos vejamos mais antes de eu ir viajar, tá?

Beijos.

P@ty disse...

"não quero alimentar-me da escuridão mas sim da luz"
lindas palavras
bjos!

Edna Federico disse...

Feliz Natal para você!
Beijos

* hemisfério norte disse...

lê o NATAL REAL
no palavras com cheiro
um bj e UM FELIZ NATAL!!!!!!!
a.