domingo, 8 de abril de 2007

A cada momento essa água renova-se!

Cada um cria o seu próprio destino



Outro dia, em conversa de café perguntaram-me se acreditava no destino. Por momentos fiquem sem resposta, pois acreditar ou não depende de cada um. Da consciência de cada pessoa.
Sem muito tempo para pensar respondi: - existe um destino, o amanhã é consequência do que vivemos hoje, podemos chamar a isso Destino! Mas, se pensarmos, que tudo está programado, que nasce connosco, isso não existe, cada um faz as suas escolhas ao longo da vida, cada um cria o seu próprio destino.

Num pensamento geral, talvez o universo seja programado ao detalhe, talvez o universo tenha um destino confirmado, pois teve um início e terá um fim e essa certeza cada um de nós também tem, nascemos e morremos.
Mas, entre o nascer e o morrer está uma vida, na qual fazemos escolhas, abrimos a porta a algumas oportunidades, outras escapam-nos…
“Aprendi” com Siddhartha que a vida é como um rio, na qual não existe uma barreira entre o passado, o presente e o futuro, mas, a cada momento essa água renova-se! A cada momento pode-se mudar de opinião, aprender e partilhar, renovar sentimentos e reviver emoções! Adquirir novos conhecimentos, usar velhos conhecimentos e caminhar para a sabedoria!
Com a experiência do passado pode-se construir um presente, para que possamos ter no futuro um destino melhor!


Foto: Caminhada em Castro Laboreiro a 11-3-2007

2 comentários:

Girassol disse...

Somos seres curiosos, insatisfeitos e com a alma em constante desassossego, por isso, sei que não estamos irremediavelmente presos a uma história já escrita, que, simplesmente nos limitaríamos a percorrer, sem surpresas ou sonhos.

Todos os dias tomamos decisões e fazemos escolhas, e ao fazer isso estamos a dizer não a um caminho para seguir outro. Não sabemos se melhor, ou pior, mas é o livre-arbítrio, é o dom de termos nas nossas mãos o tão famoso destino.

E embora condicionados por algumas pessoas/situações, somos donos dos nossos.

Beijinho.

Mel disse...

Vanda, perfeito o teu post de hoje. Ando meio perdida em relação à minha vida, muitas vezes não sei o que fazer nem o que esperar, mas ao menos começando a acreditar que tudo se renova, e esse é o ponto principal da vida, não é?
Uma boa semana, um beijo.