domingo, 9 de setembro de 2007

Janela da alma

Abri a janela para que o ar se renove, deixei entrar os raios de sol e deslumbrei a paisagem que existe para além dos vidros e das persianas.
Senti no rosto o fresco ar do campo, a maresia, o frio das manhãs de Inverno, o calor ofegante do Verão e o cheiro da terra molhada pela chuva. Despertei todos os sentidos, os sentimentos, os sonhos e pesadelos. Dentro do quarto estavam todas as minhas mulheres, parei para as observar, elas têm vários tamanhos, vestem trajes diferentes, uma dança, uma ri, uma chora, uma sonha, outra está apavorada com os pesadelos, uma ama sem limites e outra que perdeu as esperanças, a um canto uma lê, outra recita um poema e uma insiste em cantar numa voz desalinhada e eu ali a ver, a registrar fotograficamente todas elas para as (d)escrever, para me conhecer, recolher a essência de cada uma para me reconstruir, por muito que já tenha vivido, mais ainda tenho para viver, que a minha vida seja como um rio, sem medo de renovar a sua água a cada minuto e correr sempre em frente, descobrir novas pessoas, novos sentimentos, novos lugares, novas vidas e que nunca seja uma água parada que apodrece com o tempo.
Que a janela da minha alma esteja sempre aberta…

19 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Que nos permitamos à felicidade das janelas escancaradas...
lindos dias,flor
beijos

Girassol disse...

Engraçado, ambas falamos de rios nos nossos textos. =)

A água a correr estará sempre associada a liberdade, movimento, renovação, e no fundo, a vida é um pouco de tudo isso.

Cada amanhecer, cada experiência, cada pessoa, cada dor, e cada alegria, são essências que nos marcam.
Umas com um cheiro mais agradável, outras menos, mas todas indispensáveis para que cresçamos como seres humanos.

Que as janelas das nossas almas jamais se fechem para as novas sensações e emoções que a vida ainda nos ensinará.

Obrigada pelas tuas palavras.
Poderia assinar em baixo e dizer o mesmo de ti. =)

Um beijo enorme. Óptima semana.

Edna Federico disse...

Que texto bonito, suave...deixe as janelas escancaradas!
Beijos

Freyja disse...

gracias por tus saludos en blog Luso
escribes muy lindo
besitos

Claudia Blue disse...

Todas as *suas mulheres* são suaves.. e que vc as conserve assim... agora faltou a mulher super vanda.. aquela fantasiada no caranaval rsrsrs brincadeiras a parte... está muito lindo.. bjao Vandoca


http://conversadelevador.blogspot.com
http://adcorpuss.blogspot.com
http://nabolsadamulher.blogspot.com

ricardo disse...

que profundo isso.. sabe lembrei de uma propaganda de um shampoo acho q é seda, q fala pra mostrar as varias mulheres q existe em vc, algo assim, acho q as mulheres tem mais essas de serem muitas q os homens...e acho isso tão belo, assim vc pode estar com uma mulher e se apaixonar por ela a cada dia, pois ela não é a mesma sempre, ela é varias...agora qto ao tinner, é um solvente que alguns loucos cheiram e ele é meio alucinogeno, então como é barato por ser solvente de tinta as pessoas mais pobres , principalmente os garotos de rua se drogam com ele... uma tristeza mas uma realidade...beijosssss

http://conversadelevador.blogspot.com
http://vidacretina.zip.net
http://adcorpuss.blogspot.com

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda
Mas,eu sempre soube que dentro de cada mulher existem várias...é por isso que às vezes vcs estão tão amáveis e outras vezes não querem nem nos ver?Mas,eu amo todas elas...
Obrigado pela visita e volte sempre
Bjs

Borboletinha. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Borboletinha. disse...

abra ah janela querida,e voe,voe!
voe por perto e baixo,por enquanto,
até aprender,e depois vá entre às nuvens,elas são de algodão-doce,se abasteça um pouco com elas.
se chover,ótimo,as gotículas não te derrubarão,e tua sede matarão.
se quiseres companhia para voar,será uma honra.
mas eu gosto de ir até à Lua,sozinha-com-o-fantasma-de-fada,pra pensar,pensar,morrer-um-pouco-de-amor.

Elza disse...

tão bom respirar deixar o ar puro entrar, assim com as novas sensações que a vida ofereçe... to fazendo isto... bom dmais!
=]

[P] disse...

Ando precisando abrir as minhas janelas também... mas sabe que às vezes isso me é tão, tão difícil?

Belo texto, Dona Vanda :)

Beijos.

O Profeta disse...

Que esteja sempre aberta a janela da tua alma e nela habite toda a luz do celeste...


Doce beijo

Mel disse...

E que essa janela nunca se feche, ela é a nossa porta de entrada para a vida!
Vanda, preciso viajar toda semana devido trabalhar em outra cidade, por isso vou e volto, mas sempre volto!
Um beijo para vc, tão longe numa terra tão linda!

Márcia(clarinha) disse...

Feliz ano novo,que seja doce para todos nós!
beijos

sarah k disse...

vANDA,
é bom ser mulher e possuir esta multiplicidade ... eu gosto.

beijos e bom fds
;-)

Bina Goldrajch disse...

Hmm, que lindo.
Deve ser estranho ver todas as pessoas que passaram pela sua vida ao mesmo instante na sua frente, juntas. Deve ser estranho não, outra palavra, inquietante.

Abraços!

Pensamentos Ocultos disse...

LINDO..até fiquei sem palavras com esse texto tão magnifico !
Tão PURO '
(..)

Beijinhos.

Su disse...

Deixe sempre suas janelas abertas, permita-se a vida!
Bjosss!!!

Si Ferraz disse...

Nooossaaaa!!!
Adorei esse texto!!!
Que a nossa janela esteja sempre aberta...
Adorei o novo visual do blog, ainda não tinha visto!!!

beijosss minha portuguesa querida.
Simone.