terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Tempo


Vivemos em função do tempo e sem tempo para viver!
Vivemos contra o tempo e tentamos disfarçar as marcas do tempo!
Sentimos que o tempo voa nos momentos de prazer, que o tempo se arrasta nos momentos difíceis!
E, tudo isto para quê!? Quem inventou o tempo?
Talvez o tempo nem exista. Talvez, nem tenha que me preocupar com o tempo, pois tudo não passa de uma sucessão de acontecimentos, as vidas vão-se repetindo, faz parte da natureza, é um ciclo infinito de coisas que se repetem, na qual é impossível construir um muro que separa o passado do presente e do futuro…
O meu passado faz parte do meu presente, bem como o meu futuro…
A criança que fui caminha ao lado da jovem que sou e um dia quando for velha, essa mesma criança e essa jovem continuaram a caminhar lado a lado…
foto: "A persistência da memória" de Salvador Dali

3 comentários:

Beta disse...

o tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu ao tempo que tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.
Como vês é tudo uma questão de tempo...
Mas tempo pros amigos nunca pode faltar!
Bjs e continua a escrever assim...

Mel disse...

Esse tempo... Tão companheiro e às vezes tão cruel!
Bjo, seja bem-vinda!

Patrícia disse...

"A criança que fui caminha ao lado da jovem que sou e um dia quando for velha, essa mesma criança e essa jovem continuaram a caminhar lado a lado…" Adorei isso. Beijos pro'cê.